Portal Ecclesia
A Igreja Ortodoxa Atualizações e notícias Seleção de textos Subsidios homiléticos para Domingos e Grandes Festas Calendário litúrgico bizantino Galeria de Fotos Seleção de ícones bizantinos Clique aqui para enviar-nos seu pedido de oração Links relacionados Clique para deixar sua mensagem em nosso livro de visitas Contate-nos
 
 
Loading
Biblioteca Ecclesia
 
 
 

Alocução de boas-vindas do Patriarca Ecumênico Bartolomeu I ao Papa Bento XVI, na tarde 29 de novembro de 2006, quarta-feira, durante a doxologia na igreja patriarcal de São Jorge, em Fanar (Istambul)

Santíssimo e amado irmão no Senhor,

Nós vos recebemos na sacra e histórica Cidade com sentimentos de sincera alegria e satisfação. Esta é uma cidade que conheceu um tesouro de herança para o desenvolvimento da Igreja através dos séculos. Aqui, o primeiro dos apóstolos que foi chamado, Santo André, fundou a igreja local de Bizâncio e instalou São Stachys como seu primeiro bispo. Aqui Constantino o Grande fundou a Nova Roma. Aqui, os grandes Sínodos da primitiva Igreja foram convocados a fim de formular o Símbolo da Fé. Aqui, mártires e santos, bispos e monges, teólogos e mestres conjuntamente com uma «nuvem de testemunhos» confessaram, assim como os profetas contemplaram, como os apóstolos ensinaram, como a Igreja recebeu, como os mestres dogmatizaram, como a Ecumene aceitou, como a Graça brilhou, ou seja, a verdade revelada, a fé dos pais. Esta é a fé dos ortodoxos. Esta fé manteve a Ecumene.

Desta maneira, recebemos-vos desde o fundo de nossos corações nesta vossa primeira visita à Cidade, como nossos predecessores os Patriarcas Ecumênicos Atenágoras e Demetrio haveriam de receber vossos predecessores Paulo VI e João Paulo II. Aqueles respeitáveis e honráveis homens da Igreja sentiram conjuntamente o inestimável valor e contemporaneamente a urgente necessidade destas reuniões no caminho da reconciliação através de um diálogo de amor e verdade.

É por isso que estamos ambos aqui, como seus sucessores nos tronos de Roma e da Nova Roma, igualmente responsáveis pelos passos -- exatamente como responsáveis também pelos erros -- no caminho e no esforço de obedecer ao mandamento de nosso Senhor de que seus discípulos «sejam um».

Neste espírito, com a Graça de Deus, visitamos repetidamente Roma, há dois anos concretamente, a fim de acompanhar as sacras relíquias de São Gregório o Teólogo e São João Crisóstomo, os quais se desempenharam como Arcebispos dessa cidade, e que generosamente foram devolvidas a esta Cátedra Patriarcal por vosso bem-aventurado predecessor. Neste espírito, desta forma, nos encontrávamos em Roma alguns meses depois de presenciar o funeral do Papa João Paulo II.

Estamos profundamente agradecidos a Deus, pois Vossa Santidade realizou hoje passos similares neste mesmo espírito. Elevamos, pois, agradecimentos a Deus em glorificação e expressamos nossa gratidão também a Vossa Santidade em amor fraternal.

Amado Irmão, sede bem-vindo, pois! «Bendito seja aquele que vem em nome do Senhor.» «Seja, pois, o Nome do Senhor bendito desde agora e por todos os séculos.»

Fonte:

Zenit.org

Voltar à página anterior Topo da página
NEWSIgreja Ortodoxa • Patriarcado Ecumênico • ArquidioceseBiblioteca • Sinaxe • Calendário Litúrgico
Galeria de Fotos
• IconostaseLinks • Canto Bizantino • Synaxarion • Sophia • Oratório • Livro de Visitas