August 30, 2014

«EU E O PAI SOMOS UM»

s-simeao-o-novo-teologo

Enviado e vindo do Pai, o Verbo desceu
E habitou, inteiro, nas entranhas da Virgem.
Tal como inteiro estava no Pai
E inteiro esteve nesse seio virginal,
Inteiro está no Todo, Ele que nada pode conter. [...]
Permanecendo inalterado, assumiu a condição de escravo (Fl 2,7)
E, incarnando neste mundo, tornou-Se em tudo um homem. [...]
Como afirmar o que nem aos anjos pode ser explicado,
Nem aos arcanjos, nem a todos os seres criados?
Sendo de maneira legítima inteligível,
Não podemos sequer exprimi-lo,
Nem o nosso espírito compreendê-lo na totalidade.

Como, então, é Deus e homem, e homem-Deus,
E Filho inteiro do Pai, de modo inseparável?
Como Se tornou Filho da Virgem e foi dado à luz neste mundo,
Como permaneceu para nós impossível de ser contido?
Remeter-te-ás ao silêncio perante tudo isto.
E, mesmo que quisesses falar,
Ao teu espírito faltariam as palavras,
E à tua língua eloquente restaria o emudecimento. [...]

Glória a Ti, Pai, Filho e Espírito Santo,
Divindade inatingível para nós, indivisível na Sua natureza.
Adoramos-Te no Espírito Santo,
Nós os que possuímos o Teu Espírito, de Ti recebido.
Vendo a Tua glória, não Te procuramos sem pensar,
Mas no Teu Espírito é que Te descobrimos,
Pai ingerado, e ao Teu Verbo, de Ti gerado.
E assim adoramos a Trindade una e sem mescla
Na Sua única Divindade, Poder e Soberania.

São Simeão, o Novo Teólogo (c. 949-1022), monge grego,
Hino 21, 468 ss.
Fonte: Evangelho Cotidiano

Comments are closed.