Portal Ecclesia
A Igreja Ortodoxa Atualizações e notícias Seleção de textos Subsidios homiléticos para Domingos e Grandes Festas Calendário litúrgico bizantino Galeria de Fotos Seleção de ícones bizantinos Clique aqui para enviar-nos seu pedido de oração Links relacionados Clique para deixar sua mensagem em nosso livro de visitas Contate-nos
 
 
Loading
A Igreja Ortodoxa no Brasil e no mundo
 
 
 

A Igreja no Japão

Arcebispo THEODOSIOS
de Tokyo e Metropolita de todo Japão

SEDE METROPOLITANA:

Kanda Surugadai 4-1 Chiyoda-Ku,
Tokyo - 101 Japan - tel: +81-3-3291-1885
E-mail: ocj@gol.com

Catedral da Santa Ressurreição em Tókio - Japão

A Igreja Ortodoxa no Japão

Igreja Ortodoxa no Japão nasceu em 1861, com a chegada de um jovem missionário russo ao Japão, um hieromonge (sacerdote-monge) chamado NICOLÁS KASSATHIN. Até a sua morte em 1912, havia batizado cerca de 20 mil japoneses na fé ortodoxa e traduzido para a língua japonesa o Novo Testamento e muitos outros livros litúrgicos. Foi canonizado em 1970.

A ortodoxia no Japão se converteu rapidamente num fenômeno local, sobrevivendo aos períodos de hostilidade entre Japão e Rússia. Este processo se completaria com a instalação do bispo THEODOSIUS, como primeiro metropolita nativo, japonês, durante o ano de 1972.

Arcebispo Daniel, atual Arcebispo Primaz da Igreja do Japão, rodeado de parte de seu clero e fiéis ortodoxos japoneses.

Como conseqüência dos problemas canônicos com a Igreja Ortodoxa Russa no período que seguiu a Revolução Bolchevique, a Igreja Ortodoxa no Japão ficou sob a jurisdição da Metrópole Americana (ver Igreja Ortodoxa na América) de 1945 a 1970. Quando a Igreja Ortodoxa na América foi declarada autocéfala pelo Patriarca de Moscou em 1970, a O.C.A. devolveu a Igreja do Japão à Igreja Ortodoxa Russa e, esta, por sua vez, deu autonomia à Igreja Ortodoxa do Japão. Em conseqüência disso, a cabeça desta Igreja teria de ser, a partir de então, confirmada pelo Patriarca de Moscou.

A autonomia da Igreja Ortodoxa do Japão não havia sido reconhecida ainda pelo Patriarcado Ecumênico e por muitas outras Igrejas Ortodoxas, não obstante, o metropolita Theodósios se reuniria com o Patriarca Ecumênico Bartolomeu I quando este foi visitar o Japão em 1995.

Atualmente existem três dioceses com trinta sacerdotes e cinco diáconos, servindo em 150 comunidades, a maior parte delas situadas na Ilha setentrional de Hokkaido.

Todos os sacerdotes são de origem japonesa, formados no seminário que a Igreja Ortodoxa do Japão possui em Tókio.

 
 

Fonte:

Pro-ortodoxia

Tradução do Espanhol por: Pe. André (João Manoel) Sperandio

Fotos: Web site da Igreja do Japão

Voltar à página anterior Topo da página
NEWSIgreja Ortodoxa • Patriarcado Ecumênico • ArquidioceseBiblioteca • Sinaxe • Calendário Litúrgico
Galeria de Fotos
• IconostaseLinks • Canto Bizantino • Synaxarion • Sophia • Oratório • Livro de Visitas