PERSEGUIÇÃO AOS CRISTÃOS NA SÍRIA: IGREJA ORTODOXA RUSSA DENUNCIA À ONU

ilarion-volokolamsk

O presidente do Departamento Internacional do Patriarcado de Moscou, Arcebispo Ilarion Volokolamsk, divulgou que a Igreja Ortodoxa Russa denunciou ante a ONU sua preocupação pela perseguição aos cristãos na Síria e nos países árabes que, recentemente, mudaram de regime. O religioso fez a declaração em reunião da Terceira Comissão da Assembleia Geral das Nações Unidas, responsável por assuntos sociais e humanitários. Ele também se encontrou com o Secretário Geral do organismo, Ban Ki-moon. Ilaron afirmou que está profundamente alarmado pelo que acontece na Síria, onde as forças radicais tentam tomar o poder com a ajuda de países ocidentais e, onde eles chegam ao poder, são precisamente as comunidades cristãs que se tornam a primeira vítima….

APELO DO PATRIARCA BARTOLOMEU I PELO SILÊNCIO DAS ARMAS NO MUNDO

patriarca-bartolomeu1

Constantinopla / Istambul (RV) - O Patriarca Ecumênico de Constantinopla, Bartolomeu I, fez um apelo em prol do silêncio das armas no mundo. “O respeito das diferenças religiosas e o cessar da violência” – foi o pedido feito por Bartolomeu I num comunicado publicado, nesta quarta-feira, pela agência de notícias SIR.  Ressalta o Patriarca que “A humanidade entrou num período de confusão e instabilidade caracterizado por uma exaltação religiosa, cujo resultado é a manifestação de violência e a perda do respeito pelas diferenças religiosas. Quando agimos de maneira imprudente e violenta em nome de nossos preconceitos religiosos colocamos em risco a nossa vida e a fé, criando um clima de ódio e desconfiança que destrói os laços…

COMUNICADO FINAL DO 3º FÓRUM CATÓLICO E ORTODOXO

forum-catolico-ortodoxo

1. O III Fórum Católico-Ortodoxo teve lugar em Lisboa, Portugal, entre os dias 5 e 8 de Junho de 2012, com o tema “A crise econômica e a pobreza. Desafios para a Europa de hoje”. O Fórum foi acolhido por Sua Eminência o Cardeal Patriarca de Lisboa D. José da Cruz Policarpo. Os trabalhos foram co-presididos pelo Cardeal Péter Erdő, Presidente do Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE) e pelo Metropolita Gannadios de Sassima, do Patriarcado Ecumênico. Depois da experiência positiva dos dois primeiros Fóruns Católico-Ortodoxos (Trento, Itália, 11-14 de Dezembro de 2008 e Rodes, Grécia, 18-22 de Outubro de 2012), os delegados das Conferências Episcopais Católicas da Europa e das Igrejas Ortodoxas da…