HISTÓRICO ENCONTRO ENTRE O GRÃO MUFTI E O PATRIARCA ECUMÊNICO

CONSTANTINOPLA / Istambul, 06 de Julho de 2012 (SIR) – Dia histórico ontem, em Istambul, onde o Grão Mufti  Mehmet Gormez, a máxima autoridade religiosa da Turquia, esteve em visita ao Patriarca Ecumênico de Constantinopla, Sua Santidade Bartolomeu I. Trata-se da primeira vez na história da Turquia moderna que o chefe da Direção dos Assuntos religiosos (Diyanet) visita o máximo representante da confissão religiosa mais antiga do país, a Igreja Ortodoxa. O encontro, programado há bastante tempo, foi organizado para dar novo impulso ao diálogo inter-religioso e favorecera reabertura do seminário ortodoxo de Halki, fechado em 1971 pelos militares, onde, durante séculos, foram formadas os altos líderes da Igreja Ortodoxa. E, exatamente a este propósito se pronunciou o Grão Mufti na coletiva conjunta com Bartolomeu I: “Um País grande como este – declarou Gormez – não deveria necessitar que o seu clero seja educado no exterior”. A frase se refere ao fato que, se o Seminário não será reaberto e os sucessores de Bartolomeu virão inevitavelmente de outros Países. O Patriarca expressou-se “perfeitamente de acordo” com as palavras de Gormez, acrescentando que o governo islâmico conservador de Recep Tayyip Erdogan “está enfrentando o problema com espírito construtivo”. Exatamente na manhã de ontem no jornal “Radikal”, Huseiyn Celik, ex-ministro da Educação e vice-secretário do Akp, declarou: “Fechar Halki foi um erro, não reabri-lo é outro erro. Não existe nenhum entrave que não permita a reabertura, é um direito”. Após um encontro entre os dois com a presença de assessores e a presença da TV, houve um segundo a portas fechadas só entre os dois líderes. Os dois chefes religiosos trocaram presentes, como de praxe. Um precioso vaso de prata com a gravação do nome de Alá a Mehmet Gormez. Um pergaminho com trechos do Alcorão, do Evangelho e da Torá sobre a existência de Deus a Bartolomeu. “Não deixemos que este encontro se torne um fato isolado – completou  Gormez -, vamos nos ver mais vezes”.

por Ervino Martinuz

Leave A Comment

You must be logged in to post a comment.