Portal Ecclesia
A Igreja Ortodoxa Atualizações e notícias Seleção de textos Subsidios homiléticos para Domingos e Grandes Festas Calendário litúrgico bizantino Galeria de Fotos Seleção de ícones bizantinos Clique aqui para enviar-nos seu pedido de oração Links relacionados Clique para deixar sua mensagem em nosso livro de visitas Contate-nos
 
 
Loading
Suplemento Litúrgico para os Domingos e Grandes Festas  
 
 
   

Quarta-feira, 04 de Janeiro de 2017:

Sinaxe dos Setenta Apóstolos

Os «Setenta Apóstolos» (ou Setenta e Dois), como são conhecidos na tradição oriental, foram os primeiros seguidores de Jesus mencionados no Evangelho de Lucas (Lc 10,1-20). De acordo com este evangelista, único que os cita, Jesus os designou e enviou aos pares numa missão específica, detalhada no texto. Na tradição ocidental, estes são geralmente chamados de «discípulos», enquanto que no cristianismo oriental são geralmente chamados de apóstolos. São eles: São Tiago, o irmão do Senhor (outubro, 23); Marcos, o Evangelista (abril 25); Lucas o Evangelista (outubro 18); Cleófas (outubro, 30), irmão de São José, e Simão seu filho (abril 27); Barnabé (junho 11); José ou Iosef, também chamado Barnabé ou Justo (outubro 30); Tadeu (agosto 21); Ananias (outubro 1); Protomartir Estêvão, o Arquidiácono (dezembro 27); Felipe, o diácono (outubro 11); Prócoro, o diácono (28 julho); Nicanor, o diácono (julho 28 e dezembro 28); Timon, o diácono (julho 28 e dezembro 30); Parmenas, o diácono (julho 28); Timóteo (janeiro 22); Tito (agosto 25); Filemon (novembro 22 e fevereiro 19); Onésimo (fevereiro 15); Epafras e Arquipo (novembro 22 e fevereiro 19); Silas, Silvano, Crescencio (julho 30); Crispos e Epênetos (julho 30); Andrônico (maio 17 e julho 30); Eustáquio, Amplias, Urbano, Narciso, Apolo (outubro 31); Aristóbolo (outubro 31 e março 16); Herodião ou Rodion (abril 8 e novembro 10); Agabos, Rufos, Asincrito, Flegon (abril 8); Hermas (novembro 5, novembro 30 e maio 31); Patrobas (novembro 5); Hermas (abril 8); Lino, Gaius, Filológo (novembro 5); Lucio (setembro 10); Jason (abril 28); Sosípato (abril 28 e novembro 10); Olimpos ou Olimpanos (novembro 10); Tertius (outubro 30 e novembro 10); Erastos (novembro 30), Quarto (novembro 10); Euodius (setembro 7); Onesiforo (setembro 7 e dezembro 8); Clemente (novembro 25); Sóstenes (dezembro 8); Apolos (março 30 e dezembro 8); Tictus, Epafrodito (dezembro 8); Carpo (maio 26); Quadrato (setembro 21); Marcos (setembro 27), chamado João, Zeno (setembro 27); Aristarco (abril 15 e setembro 27); Pudens e Trófimo (abril 15); Marcos, o primo de Barnabé, Artemas (outubro 30); Áquila (julho 14); Fortunato (junho 15) e Acaios (janeiro 4).

Matinas

Evangelho

[Lc 10-1,20]

Evangelho de Jesus†Cristo, segundo o evangelista São Lucas.

aquele tempo, designou o Senhor ainda setenta e dois outros discípulos e mandou-os, dois a dois, adiante de si, por todas as cidades e lugares para onde ele tinha de ir. Disse-lhes: Grande é a messe, mas poucos são os operários. Rogai ao Senhor da messe que mande operários para a sua messe. Ide; eis que vos envio como cordeiros entre lobos. Não leveis bolsa nem mochila, nem calçado e a ninguém saudeis pelo caminho. Em toda casa em que entrardes, dizei primeiro: Paz a esta casa! Se ali houver algum homem pacífico, repousará sobre ele a vossa paz; mas, se não houver, ela tornará para vós. Permanecei na mesma casa, comei e bebei do que eles tiverem, pois o operário é digno do seu salário. Não andeis de casa em casa. Em qualquer cidade em que entrardes e vos receberem, comei o que se vos servir. Curai os enfermos que nela houver e dizei-lhes: O Reino de Deus está próximo. Mas se entrardes nalguma cidade e não vos receberem, saindo pelas suas praças, dizei: Até o pó que se nos pegou da vossa cidade, sacudimos contra vós; sabei, contudo, que o Reino de Deus está próximo. Digo-vos: naqueles dias haverá um tratamento menos rigoroso para Sodoma. Ai de ti, Corozaim! Ai de ti, Betsaida! Porque, se em Tiro e Sidônia tivessem sido feitos os prodígios que foram realizados em vosso meio, há muito tempo teriam feito penitência, cobrindo-se de saco e cinza. Por isso haverá no dia do juízo menos rigor para Tiro e Sidônia do que para vós. E tu, Cafarnaum, que te elevas até o céu, serás precipitada até aos infernos. Quem vos ouve, a mim ouve; e quem vos rejeita, a mim rejeita; e quem me rejeita, rejeita aquele que me enviou. Voltaram alegres os setenta e dois, dizendo: Senhor, até os demônios se nos submetem em teu nome! Jesus disse-lhes: Vi Satanás cair do céu como um raio. Eis que vos dei poder para pisar serpentes, escorpiões e todo o poder do inimigo. Contudo, não vos alegreis porque os espíritos vos estão sujeitos, mas alegrai-vos de que os vossos nomes estejam escritos nos céus.

Divina Liturgia

Trpário da Festa

Santos Apóstolos,
intercedei por nós junto ao Deus Clemente,
que Ele conceda paz às nossas almas
e o perdão de nossos pecados.

Tropário de Todos os Santos

Apóstolos, Mártires, Profetas, Ascetas e Justos, e vós, Santas Mulheres,
que combatestes todos vós o bom combate e guardaste a fé,
vós que usufruís da amizade do Senhor,
intercedei a Ele que, em sua bondade, salve as nossas almas!

Prokimenon

Por toda a terra espalhou-se a sua voz,
e até os confins do mundo foram as suas palavras.

Os céus narram a glória de Deus;
e o firmamento anuncia a obra de suas mãos.

EPÍSTOLA

[1Cor 4,9-16]

Primeira Epístola do Apóstolo São Paulo aos Coríntios.

rmãos, Deus nos tem posto a nós, apóstolos, na última classe dos homens, por assim dizer sentenciados à morte, visto que fomos entregues em espetáculo ao mundo, aos anjos e aos homens. Nós, estultos por causa de Cristo; e vós, sábios em Cristo! Nós, fracos; e vós, fortes! Vós, honrados; e nós, desprezados! Até esta hora padecemos fome, sede e nudez. Somos esbofeteados, somos errantes, fatigamo-nos, trabalhando com as nossas próprias mãos. Insultados, abençoamos; perseguidos, suportamos; caluniados, consolamos! Chegamos a ser como que o lixo do mundo, a escória de todos até agora... Não vos escrevo estas coisas para vos envergonhar, mas admoesto-vos como meus filhos muitos amados. Com efeito, ainda que tivésseis dez mil mestres em Cristo, não tendes muitos pais; ora, fui eu que vos gerei em Cristo Jesus pelo Evangelho. Por isso, vos conjuro a que sejais meus imitadores.

Aleluia

Aleluia, aleluia, aleluia!

Os céus publicarão as tuas maravilhas, Senhor,
e a tua verdade, na assembléia dos santos.
Aleluia, aleluia, aleluia!

Deus é glorificado na assembléia dos santos,
grande e terrível sobre todos os que o cercam.
Aleluia, aleluia, aleluia!

Evangelho

[Jo 1,18-28]

Evangelho de Jesus†Cristo, segundo o evangelista São João.

inguém jamais viu Deus. O Filho único, que está no seio do Pai, foi quem o revelou. Este foi o testemunho de João, quando os judeus lhe enviaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para perguntar-lhe: Quem és tu? Ele fez esta declaração que confirmou sem hesitar: Eu não sou o Cristo. Pois, então, quem és?, perguntaram-lhe eles. És tu Elias? Disse ele: Não o sou. És tu o profeta? Ele respondeu: Não. Perguntaram-lhe de novo: Dize-nos, afinal, quem és, para que possamos dar uma resposta aos que nos enviaram. Que dizes de ti mesmo? Ele respondeu: Eu sou a voz que clama no deserto: Endireitai o caminho do Senhor, como o disse o profeta Isaías {40,3}. Alguns dos emissários eram fariseus. Continuaram a perguntar-lhe: Como, pois, batizas, se tu não és o Cristo, nem Elias, nem o profeta? João respondeu: Eu batizo com água, mas no meio de vós está quem vós não conheceis. Esse é quem vem depois de mim; e eu não sou digno de lhe desatar a correia do calçado.
Este diálogo se passou em Betânia, além do Jordão, onde João estava batizando.

Sinaxe dos Setenta Apóstolos

s «Setenta Apóstolos» (ou Setenta e Dois), como são conhecidos na tradição cristã oriental , foram os primeiros seguidores de Jesus mencionados no Evangelho de Lucas. De acordo com o evangelista, o único que os cita, Jesus os designou e enviou aos pares numa missão específica, detalhada no texto. Na tradição ocidental, estes são geralmente chamados de "discípulos", enquanto que no cristianismo oriental eles são geralmente chamados de apóstolos.

única vez que este grupo é mencionado na Bíblia é um Lucas 10,1-20 (Matinas). O número é «setenta» nos manuscritos com o texto-tipo Alexandrino (como o Codex Sinaiticus) e com o texto-tipo Cesariano, mas «setenta e dois» na maior parte dos outros textos alexandrinos e com o texto-tipo Ocidental. A origem do número pode estar nas «setenta nações do Gênesis» ou nas muitas outras citações ao número na Bíblia, ou nos «setenta e dois tradutores da Septuaginta» na Carta de Aristeas. Ao traduzir a Vulgata, São Jerônimo escolheu «setenta e dois».

Contudo, o Evangelho de Lucas não está só entre os evangelhos sinóticos ao conter episódios onde Jesus envia seus seguidores em missões. A primeira ocasião, em Lucas 9,1-6, está intimamente relacionada à «Comissão Menor» do Evangelho de Marcos, que conta o envio dos doze apóstolos ao invés de setenta, ainda que com muitas similaridades. Os paralelos sugerem uma origem comum, possivelmente no proposto Documento «Q». Lucas também menciona a «Grande Comissão» para «todas as nações» em 24,44-49, mas em menos detalhes que o relato de Marcos.

A festa comemorando os Setenta é conhecida como a «Sinaxe dos Setenta Apóstolos» na Igreja Ortodoxa e é celebrada neste dia (4 de Janeiro). Cada um dos Setenta tem ainda uma comemoração individual espalhada por todo o ano litúrgico.

A tradição da Igreja Ortodoxa ao providenciar o nome dos Setenta cujos «nomes estão escritos no céu», está associada com Doroteu de Tiro, um bispo do final do século III d.C., desconhecido exceto por sua contribuição neste contexto e a quem foi atribuído um relato sobre os Setenta, e cuja versão sobrevivente é do século VIII d.C. Os seus nomes aparecem em diversas listas, como na Chronicon Paschale e no tratado de Pseudo-Doroteu, publicado em Migne, P.G., XCII, 521-524; 543-545; 1061-1065.

Eusébio de Cesareia afirmou categoricamente que no seu tempo não existia uma lista como esta e mencionou entre os discípulos apenas Barnabé, Sóstenes, Cefas, Matias, Tadeu e Tiago, irmão de Jesus.

Muitos destes nomes incluídos entre os Setenta são facilmente reconhecidos por suas próprias realizações, mas há ligeiras diferenças entre as várias listas.

  1. Tiago, irmão de Jesus, chamado de Tiago, o Justo, autor da Epístola de Tiago e o primeiro bispo de Jerusalém.
  2. Marcos, o Evangelista, autor do Evangelho de Marcos e primeiro bispo de Alexandria.
  3. Lucas, o Evangelista, autor do Evangelho de Lucas.
  4. Cleofas.
  5. Simeão, filho de Cleofas, segundo bispo de Jerusalém.
  6. Barnabé, companheiro de Paulo de Tarso.
  7. Justo, bispo de Eleuterópolis.
  8. Tadeu de Edessa, também chamado de Santo Addai (provavelmente não é o mesmo apóstolo chamado de Tadeu).
  9. Ananias, primeiro bispo de Damasco.
  10. Estevão, um dos Sete Diáconos, o primeiro mártir.
  11. Filipe, o Evangelista, um dos Sete Diáconos, bispo de Trales na Ásia Menor.
  12. Prócoro, um dos Sete Diáconos, bispo de Nicomédia na Bitínia.
  13. Nicanor, o Diácono, um dos Sete Diáconos.
  14. Timão, um dos Sete Diáconos.
  15. Parmenas, um dos Sete Diáconos.
  16. Timóteo, primeiro bispo de Éfeso.
  17. Tito, primeiro bispo de Creta.
  18. Filémon, bispo de Gaza.
  19. Onésimo (não é o mesmo Onésimo citado na Epístola a Filémon).
  20. Epafras, bispo de Andríaca.
  21. Arquipo.
  22. Silas, primeiro bispo de Corinto.
  23. Silvano.
  24. Crescêncio
  25. Crispo, bispo de Calcedônia.
  26. Epeneto, bispo de Cartago.
  27. Andrônico, bispo da Panônia.
  28. Estácio, segundo bispo de Bizâncio (depois de Santo André).
  29. Amplíato, bispo de Odissa (Varna).
  30. Urbano, bispo da Macedônia.
  31. Narciso, bispo de Atenas.
  32. Apeles, bispo de Heraclião.
  33. Aristóbulo, bispo da Britânia.
  34. Herodião, bispo de Patras.
  35. Ágabo, o Profeta.
  36. Rufus, bispo de Tebas.
  37. Asíncrito, bispo de Hircânia.
  38. Flegonte, bispo de Maratona.
  39. Hermes, bispo de Filipópolis.
  40. Parrobo, bispo de Potole.
  41. Hermas, bispo da Dalmácia.
  42. Lino, segundo bispo de Roma.
  43. Caio, bispo de Éfeso.
  44. Filólogo, bispo de Sín
  45. Lúcio de Cirene, bispo de Laodiceia na Síria.
  46. Jasão, bispo de Tarso.
  47. Sosípatro, bispo de Icônio.
  48. Olimpas.
  49. Tércio, que transcreveu a Epístola aos Romanos e bispo de Icônio.
  50. Erasto, bispo de Paneas.
  51. Quarto, bispo de Berito.
  52. Evódio, primeiro bispo de Antioquia.
  53. Onesíforo, bispo de Cirene.
  54. Clemente, bispo de Sardes.
  55. Sóstenes, bispo de Cólofon.
  56. Apolo, bispo de Cesareia Palestina.
  57. Tíquico, bispo de Cólofon.
  58. Epafrodito.
  59. Carpo, bispo de Beroia na Trácia.
  60. Quadrado, bispo de Atenas.
  61. João Marcos, que geralmente se acredita ser Marcos, o Evangelista, bispo de Biblos.
  62. Zenas, o Doutor da Lei, bispo de Dióspolis.
  63. Aristarco, bispo de Apameia, na Síria.
  64. Pudêncio, pai de Santa Pudenciana e Santa Praxedes.
  65. Trofimo.
  66. Marcos, também chamado de Marcos, primo de Barnabé, bispo de Apolônia.
  67. Artemas, bispo de Listra.
  68. Áquila, companheiro de Priscila e seguidores de Paulo de Tarso em suas viagens.
  69. Fortunato.
  70. Acaico.
  71. Dorcas, também chamada de Tábata, uma discípula que Pedro ressuscitou dos mortos.
  72. Matias, o apóstolo que substituiu Judas Iscariotes como um dos Doze, é também frequentemente listado entre os Setenta, uma vez que João Marcos é geralmente entendido como sendo Marcos, o Evangelista.

Fonte:

Wikipédia, a enciclopédia livre.

«O Dono da Messe»

Naquele tempo, designou o Senhor setenta e dois discípulos e enviou-os dois a dois à sua frente, a todas as cidades e lugares aonde Ele havia de ir. E dizia-lhes: "A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos. Pedi ao dono da seara que mande trabalhadores para a sua seara. Ide: Eu vos envio como cordeiros para o meio de lobos. Não leveis bolsa nem alforge nem sandálias, nem vos demoreis a saudar alguém pelo caminho. Quando entrardes nalguma casa, dizei primeiro: 'Paz a esta casa'. E se lá houver gente de paz, a vossa paz repousará sobre eles; senão, ficará convosco. Ficai nessa casa, comei e bebei do que tiverem, que o trabalhador merece o seu salário. Não andeis de casa em casa. Quando entrardes nalguma cidade e vos receberem, comei do que vos servirem, curai os enfermos que nela houver e dizei-lhes: 'Está perto de vós o reino de Deus'. (Lc 10,1-9)

evangelho convida-nos a procurar a messe sobre a qual o Senhor diz: «A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. Rogai, portanto, ao dono da messe que mande trabalhadores para a sua messe.» Foi então que Ele enviou, para além dos doze discípulos a quem chamou apóstolos («enviados»), mais setenta e dois. E mandou-os a todos, como se depreende das suas palavras, trabalhar numa messe já preparada. E que messe era essa? Eles não iam trabalhar entre os pagãos, onde nada fora semeado. Temos de supor, pois, que iriam trabalhar entre os judeus, pois foi para isso que o dono da messe veio; com efeito, aos outros povos Ele não envia trabalhadores para a messe, mas semeadores. Deste modo, entre os judeus trabalha-se na messe, entre os outros povos semeia-se. E foi nitidamente trabalhando na messe entre os judeus que Ele escolheu os apóstolos: era o tempo da colheita, a messe estava loura depois de os profetas terem semeado entre eles. […] Pois não é verdade que o Senhor declarou aos seus discípulos : «Não dizes vós que o Verão ainda vem longe? Pois bem, Eu vos digo: erguei os olhos e vede os campos, estão brancos para a colheita» (Jo 4,35). E ainda: «Outros trabalharam e vós aproveitais o trabalho deles» (v. 38). Abraão, Isaac, Jacob, Moisés e os profetas trabalharam, penando para semear o grão. Ao chegar, o Senhor encontra a messe madura, e envia os seus trabalhadores com a foice do evangelho.

 

Voltar à página anterior Topo da página  
NEWSIgreja Ortodoxa • Patriarcado Ecumênico • ArquidioceseBiblioteca • Sinaxe • Calendário Litúrgico
Galeria de Fotos
• IconostaseLinks • Canto Bizantino • Synaxarion • Sophia • Oratório • Livro de Visitas