February 1, 2015

01 - Janeiro:

01: S. Basílio, o Grande, arcebispo de Cesaréia da Capadócia († 379) -

terça-feira, janeiro 1, 2013

02: S. Serafim de Sarov, monge russo -

domingo, janeiro 1, 2012

03: S. Gordios de Cesaréia na Capadócia, mártir -

domingo, janeiro 1, 2012

04: Sinaxe dos setenta Apóstolos -

domingo, janeiro 1, 2012

05: Ss. Teopento e Teonas, mártires (†fim do séc. III); Santa Sinclética, monja († ?) -

domingo, janeiro 1, 2012

06: Epifania do Senhor -

domingo, janeiro 1, 2012

07: Sinaxe de São João Batista, Profeta e Precursor -

domingo, janeiro 1, 2012

08: S. Jorge, o Cozebita († c. 613) -

domingo, janeiro 1, 2012

09: S. Pedro, bispo de Sebaste († c. 391) -

domingo, janeiro 1, 2012

10: S. Gregório de Nissa, bispo († c. 394) -

domingo, janeiro 1, 2012

11: S. Teodósio Cenobiarca († c. 529) -

domingo, janeiro 1, 2012

11: S. Vitalis de Gaza -

domingo, janeiro 1, 2012

12: S. Tatiana de Roma, mártir (séc. III) -

domingo, janeiro 1, 2012

13: Ss. Hermilo e Estratonico, mártires († c. 310) -

domingo, janeiro 1, 2012

14: S. Nina da Geórgia, virgem e monja († 335) -

domingo, janeiro 1, 2012

15: S. Paulo de Tebas, eremita (c. séc. IV) -

domingo, janeiro 1, 2012

16: Veneração das correntes de S. Pedro Apóstolo -

domingo, janeiro 1, 2012

17: S. Antônio, o Grande, anacoreta († 356) -

domingo, janeiro 1, 2012

18: Ss. Atanásio e Cirilo, patriarcas de Alexandria (séc. IV e V) -

domingo, janeiro 1, 2012

19: S. Macário, o Grande, bispo do Egito, eremita († c. 390) -

domingo, janeiro 1, 2012

01 - Janeiro

01-s-basilio

01: S. Basílio, o Grande, arcebispo de Cesaréia da Capadócia († 379)

São Basílio, o Grande, arcebispo de Cesaréia da Capadócia, recebeu sua educação primária no seio de uma família muito piedosa. Sua avó, sua mãe, suas irmãs e seus irmãos foram canonizados. Seu pai era professor de eloqüência e advogado. Ao concluir seus estudos em Cesaréia, Basílio prosseguiu seus estudos em importantes escolas de Atenas. Ao regressar à sua pátria foi batizado e estabelecido no clero como leitor. Durante muito tempo ele viveu com os ermitões, na Síria, Mesopotâmia, Palestina e Egito. A vida no deserto agradava Basílio. Ele encontrou um lugar onde instalou seu refúgio. São Gregório (O Teólogo), seu…

02-s-derafim-de-sarov

02: S. Serafim de Sarov, monge russo

Nasceu em 1759 em Kursk, na Rússia como Prokhor Moshnin. Filho de um construtor ele teve uma educação de classe média. Estudioso quando rapaz ele foi capaz de se candidatar a monge em Sarov com o nome de Seraphim, e passava os dias a estudar as Escrituras e outros escritos antigos da Igreja. Ficou muito doente e acamado de 1780 a 1783, mas continuou seus estudos mesmo na cama e recebeu varias aparições da Virgem Maria em 1793.Ele celebrava a missa diariamente o que era não comum no seu tempo. Em 1794 ele se tornou por 16 anos, um eremita na…

03

03: S. Gordios de Cesaréia na Capadócia, mártir

Gordios nasceu em Cesaréia da Capadócia. Entrou para o serviço militar do império romano e chegou ao grau de centurião. Estava em sua vila natal quando o perverso Diocleciano voltou a ascender o fogo da perseguição aos cristãos. Indignado, ao ver os cruéis tratamentos infligidos aos cristãos, abandonou voluntariamente o serviço militar retirando-se ao deserto. Iniciou-se nos divinos mistérios do cristianismo sob a influência da graça e o exercício da contemplação, compreendendo a inutilidade dos bens da vida presente, entregando-se à prática do jejum e da oração. numa certa ocasião, em que os pagãos haviam organizado jogos para honrar o deus…

04

04: Sinaxe dos setenta Apóstolos

A festa litúrgica da Sinaxe dos Setenta Apóstolos foi estabelecida pela Igreja Ortodoxa para indicar que os setenta primeiros apóstolos eram iguais em sua honra. Foram enviados, de dois em dois, pelo Senhor Jesus Cristo a irem adiante d’Ele às cidades que visitaria (Lc 10,1). Além da celebração da Sinaxe dos Santos Discípulos, a Igreja comemora a memória de cada um deles durante o ano: São Tiago, o irmão do Senhor (outubro, 23); Marcos, o Evangelista (abril 25); Lucas o Evangelista (outubro 18); Cleófas (outubro, 30), irmão de São José, e Simão seu filho (abril 27); Barnabé (junho 11); José…

05

05: Ss. Teopento e Teonas, mártires (†fim do séc. III); Santa Sinclética, monja († ?)

Teopento era bispo na época do imperador Diocleciano quem,  em 23 de janeiro do ano 303 assinou um edito ordenando a perseguição aos cristãos. Neste tempo, o primeiro a admitir publicamente sua fé em Jesus Cristo, crucificado e ressuscitado, foi o bispo Teopento. Evidentemente que sabia o que o esperava e, de fato, foi submetido a uma série de torturas que sempre estavam acompanhadas por milagres. Primeiramente, foi posto num forno com fogo aceso saindo ileso. Em seguida, lhe arrancaram um dos olhos, dando-lhe a beber um veneno letal. Tudo isto, porém, não foi suficiente para matá-lo e, terminaram com…

06

06: Epifania do Senhor

Tanto os fiéis de tradição constantinopolitana como os de tradição romana conservaram, para o dia 6 de janeiro, uma festa cristológica muito antiga, a primeira em que se sintetizavam todos os mistérios do Senhor ao manifestar-se ao mundo. Mas quando no século IV, a data do nascimento do Senhor foi colocada no dia 25 de dezembro, por iniciativa romana, e logo em seguida aceita também pelos orientais, o conteúdo da festa do 6 de janeiro se diversificou. Para os católicos latinos o dia 6 de janeiro é o dia da Epifania, a manifestação de Cristo «luz das nações» considerada a…

07

07: Sinaxe de São João Batista, Profeta e Precursor

A Festa da Sinaxe de São João Batista, Profeta e Precursor, é celebrada no calendário ortodoxo, no dia posterior a grande Festa da Epifania do Senhor. Comemora-se neste dia a trasladação da santa relíquia da mão do Precursor à Constantinopla, mão que batizou o próprio Senhor. Por esta razão, esta festa é contada entre as grandes festas do Precursor, de modo que não devemos silenciar sobre os efeitos milagrosos e sobrenaturais que dela sobrevém. A chegada da santa relíquia (mão direita) de São João Batista à Constantinopla ocorreu na tarde da Festa da Epifania, já celebrada pela igreja primitiva no…

janeiro-08

08: S. Jorge, o Cozebita († c. 613)

São Jorge nasceu em um povoado de Chipre, seus pais eram cristãos e tinha um irmão maior chamado Heracleo. Quando seus pais ainda eram vivos, dirigiu-se a Terra Santa para uma peregrinação e lá mesmo entrou no  monastério de Calamonos onde, mais tarde, foi ordenado monge. Em seguida reencontrou-se com sua família permanecendo com ela até que seus pais morressem. Já órfão, seu tio, que tinha uma filha, o adotou. Seu tio pretendia casar sua filha com o sobrinho. Contudo, como Jorge não queria contrair matrimônio, foi para casa de outro tio que era abade  em um monastério. Sentindo-se pressionado…

09

09: S. Pedro, bispo de Sebaste († c. 391)

São Pedro pertencia a uma antiga e ilustre família. O nome de seus antepassados ficou no esquecimento, enquanto que a memória deste santo que seus pais deram à Igreja foi imortalizada nos anais da fé. Três membros desta família foram santos e bispos: São Basílio, São Gregório de Nissa e São Pedro de Sebaste. Sua irmã mais velha, Santa Macrina, foi mãe espiritual de muitos santos e grandes doutores. Seus pais, São Basílio, o Velho, e Santa Emélia foram desterrados por causa da fé no tempo do imperador Valério Maximiano, e fugiram ao deserto do Ponto. A avó de nosso…

10

10: S. Gregório de Nissa, bispo († c. 394)

São Gregório nasceu em Nova Cesaréia, no Ponto, no ano 322. Era um dos irmãos de São Basílio, o Grande, educado nas mesmas bases que seu irmão maior, distinguindo-se igualmente por sua aguda inteligência. Gregório comprometeu-se com Theosebia (uma santa mulher) que faleceu precocemente. O santo manteve seu equilíbrio de caráter e sua esperança. Aos quarenta anos foi eleito e ordenado bispo de Nissa, uma cidade da Capadócia. Deus lhe outorgou a responsabilidade de exercer um importante papel no Segundo Concílio Ecumênico, realizado no ano 381, em Constantinopla. Gregório entregou em paz sua alma a Deus depois de realizar um…

11

11: S. Teodósio Cenobiarca († c. 529)

São Teodósio nasceu em Gariso, na Capadócia, no ano 423. Já havia sido ordenado leitor quando, a exemplo do Patriarca  Abraão, deixou  sua pátria e família, iniciando uma viagem à Jerusalém. Na viagem, desviou  um pouco a sua rota e visitou São Simeão, o Estilita,  de quem ouviu muitas predições  sobre sua vida futura e obteve dele  alguns conselhos. Enquanto visitava os lugares santos, em Jerusalém, São Teodósio, refletia  sobre a melhor forma de consagrar-se  a Deus. Escolheu então a vida monástica, pois achava que viver sem um diretor espiritual era muito perigoso. Assim pôs-se sob a direção espiritual de…

11b

11: S. Vitalis de Gaza

São Vitalis viveu em um monastério do Egito até seus 6o anos de idade. Mudou-se depois para Alexandria onde desenvolveu uma trabalho que lhe rendeu muitas acusações. Sua função, como oficial, era contar as prostitutas profissionais da cidade. Cobrava por seu trabalho como diarista. Ao final do dia, do que ganhava usava uma décima parte para se alimentar e distribuía tudo mais às prostitutas dizendo: “Toma isto, e te conserva pura esta noite” e, sob juramento, fazia-lhes prometer não revelar isso a ninguém. Enquanto crescia as acusações contra ele, os olhares de menosprezo vinham de todos os lados. Vitalis passava…

12

12: S. Tatiana de Roma, mártir (séc. III)

Santa Tatiana era filha de um rico cidadão romano e foi educada na fé cristã. Não lhe interessavam as riquezas e os bens materiais; quando atingiu a idade para se casar não o quis. Por ter vivido uma vida virtuosa, foi elevada ao posto de diaconisa da Igreja de Roma, cabendo-lhe cuidar com diligência dos enfermos, visitar os cativos, ajudar aos pobres. Por suas orações e obras de caridade procurava viver uma vida agradável a Deus. Nos tempos do imperador Alexandre Severo (222-235), Santa Tatiana foi martirizada por sua fé em Jesus Cristo (225). Segundo antigos relatos, depois de várias…

13

13: Ss. Hermilo e Estratonico, mártires († c. 310)

As narrativas mais conhecidas sobre estes santos falam sobre seus martírios em Singidunum, próximo a Belgrado, na época do imperador Licinio. Santo Hermilo era diácono. Foi detido sob a acusação de ser cristão e enviado para a prisão com os maxilares destroçados. Na prisão um anjo o visitou e o consolou. Depois foi conduzido ao imperador e lá foi cruelmente açoitado seis homens. Parecia que não sentia dor nenhuma. Durante o tormento dirigiu a Deus uma oração que lhe foi respondida por uma voz que veio do Céu  prometendo-lhe triunfo depois de três dias. Assim que entrou na prisão entoava…

14

14: S. Nina da Geórgia, virgem e monja († 335)

Santa Nina, igual-aos-apóstolos, evangelizadora dos georgianos, era sobrinha do Patriarca de Jerusalém. Desde sua juventude amou a Deus e lamentava muito pelas pessoas que não acreditavam n’Ele. Depois que seu pai, Zavulon da Capadócia, fez-se ermitão e sua mãe foi ordenada diaconisa, Nina foi entregue, ainda criança, a uma piedosa anciã que frequentemente falava sobre a Ibéria (atualmente Geórgia) . Naquela época, a Ibéria era um país pagão, e os contos que ouvia da anciã despertou um forte desejo de visitá-lo para levar a luz da fé cristã àquele povo.Tal desejo tornou-se mais forte quando, em um sonho, viu a…

15

15: S. Paulo de Tebas, eremita (c. séc. IV)

São Paulo nasceu no Egito, na baixa Tebaida, e perdeu seus pais quando tinha 14 anos. Distinguia-se por conhecer a língua grega e a cultura egípcia. Era bondoso, modesto e temente a Deus. A cruel perseguição do imperador Décio perturbou a Igreja no ano de 250. O demônio tratava de matar, com seus sutis artifícios, tanto os corpos quanto as almas. Durante estes dias, Paulo permaneceu escondido na casa de um amigo. Mas, ao saber que fora denunciado por um cunhado que cuidava de suas propriedades, fugiu para o deserto. Lá encontrou algumas cavernas que, segundo a tradição, serviram para…

16

16: Veneração das correntes de S. Pedro Apóstolo

Neste dia, comemoramos e honramos as correntes do apóstolo São Pedro que as aceitou para a glória do Senhor. O apóstolo Lucas, nos Atos dos Apóstolos, nos relata: «Naquele tempo, o rei Herodes, prendeu alguns da igreja a fim de maltratá-los. Tiago, irmão de João, foi morto à espada. Ao ver que isto agradava aos judeus, decidiu também prender Pedro. Isto se sucedeu durante as Festas do Pão Ázimo. Depois de ser capturado, Pedro foi colocado na prisão sob a vigia de quatro grupos de quatro soldados cada um. Herodes tencionava levá-lo a juízo após a Páscoa até quando ficaria…

17

17: S. Antônio, o Grande, anacoreta († 356)

Santo Antonio nasceu no Egito, por volta do ano 250, em uma família rica e nobre e foi educado na fé cristã. Aos 18 anos ele perdeu seus pais, ficando órfão com uma irmã sob sua proteção. Certo dia dirigia-se à Igreja e, enquanto caminhava, pensava nos Santos Apóstolos, em suas vidas, em como tinham deixado tudo neste mundo para seguir o Senhor e servi-Lo. Ao entrar na igreja ouviu as palavras do Evangelho: «Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me» (Mt 19, 21). Estas palavras impressionaram Antonio…

18

18: Ss. Atanásio e Cirilo, patriarcas de Alexandria (séc. IV e V)

Santo Atanásio nasceu entre os anos 295 e 296, no seio de uma família humilde de Alexandria. Deus lhe concedeu muitas virtudes, entre elas, uma fé profunda e uma grande capacidade intelectual, demonstrada em seus estudos. Aos 25 anos foi ordenado diácono pelo Patriarca Alexandros, de Alexandria. Participou do Primeiro Concilio Ecumênico, em Nicéia que  tratou da heresia de Ário. Em 328, faleceu o Patriarca Alexandro, e Santo Atanásio foi eleito  pelo  clero e pelo povo como seu sucessor, contando com apenas 33 anos de idade. Iniciou um forte combate contra a heresia de Ário e, por causa disso, foi…

19

19: S. Macário, o Grande, bispo do Egito, eremita († c. 390)

São Macário nasceu no alto Egito, no ano 300, e passou sua juventude trabalhando como pastor, nos campos. Movido por uma intensa graça, afastou-se do mundo, ainda muito jovem, confinando-se em uma estreita cela onde dividia seu tempo entre oração, práticas penitenciais e a fabricação de esteiras. Uma mulher o acusou falsamente de ter sido violentada por ele. Por causa disso, Macário foi preso, maltratado e chamado de hipócrita disfarçado de monge. Tudo isso ele sofreu com paciência e ainda enviou a mulher produtos de seu trabalho, e dizia para si mesmo: «Agora, Macário, tens que trabalhar mais, pois tens…

20

20: Ss. Mártires Inna, Pinna e Rimma († séc. I)

Os santos mártires Inna, Pinna e Rimma eram escravos de Escitia e discípulos do Apóstolo André. Através de sua pregação, cristianizaram e batizaram muitos  bárbaros pagãos. O príncipe dos bárbaros se enfureceu com isso e queria obrigá-los a renunciar a sua fé e obrigá-los a adorarem os ídolos. Tende resistido firmemente sua crença em Cristo, o príncipe ordenou que fossem fixados em pilares de gelo próximo a um rio. Exaustos pelo terrível frio vindo do gelo, os santos mártires entregaram suas almas ao Senhor. Acredita-se que o Rio Danúbio tenha sido o lugar do martírio, e que isto tenha acontecido…

21

21: S. Máximo, o Confessor († 662)

São Máximo nasceu em Constantinopla em uma  nobre família  da qual recebeu uma boa educação. Foi um dos conselheiros do imperador Heraclio (610-641). Naquela época, a heresia dos monofisitas, na qual acreditava também o imperador, alastrava-se fortemente.  (do grego μονο = único, é uma doutrina cristológica do século V que admitia em Jesus Cristo uma só natureza, a divina. Foi elaborada por Eutiques em reação ao Nestorianismo e foi considerada também uma heresia. Esta doutrina era originária do Egito e estendeu-se progressivamente à Palestina e à Síria. Os monofisitas não aceitam, portanto, a doutrina das “duas naturezas”, decretada pelo Concílio…

22

22: S. Timóteo, apóstolo [dos 70] (fim séc. I)

São Timóteo, o discípulo amado de São Paulo, era natural da cidade de Listria de Licaonia. Seu pai era um grego pagão e sua mãe, Eunice, era uma judia que abraçou o cristianismo, juntamente com a avó de Timóteo. São Paulo elogiava a fé destas duas mulheres. Desde a sua juventude, Timóteo havia se dedicado por completo ao estudo da Sagrada Escritura e, quando São Paulo estava pregando em Licaonia, os cristãos de Icônio e Listria elogiaram de tal modo a Timóteo, que o Apóstolo Paulo o escolheu por companheiro para substituir Barnabé. Isso fez com que o «Apóstolo dos…

23

23: S. Gennadios, Monge de Kostroma

São Gennadios, da cidade de Kostroma, foi batizado com o nome de Gregório.  Nasceu na cidade de Mogilev, na Lituânia em uma família russo-lituana muito rica. Desde sua juventude se distinguia por sua devoção. Gostava de ir à Igreja e cumpria rigorosamente os tempos de jejum; por isso seus amigos riam dele. Desejando dedicar sua vida exclusivamente a Deus, deixou secretamente a casa de seus pais e, vestido como um pobre foi para Rússia onde visitou Moscou e Novgorod, mas não encontrou um monastério de acordo com suas necessidades espirituais. Foi então para o rio Svir onde se encontrava o…

24

24: S. Xênia de Roma, monja († séc. V)

Santa Xênia era filha única do ilustre senador romano, Eusébio. Embora ainda muito jovem, ela decidiu permanecer virgem e para evitar o casamento, partiu rumo a Alexandria, juntamente com dois escravos. Uma vez lá, ele convenceu a seus acompanhantes de a chamarem Xênia, que em grego significa «peregrina», dificultando assim ser encontrada. Quando encontrou-se com o abade do Monastério do Santo Apóstolo André, na cidade de Mileto (em Caria), ela me pediu para que a levasse, juntamente com seus acompanhantes, à cidade de milass. Lá, ela comprou um terreno e construiu uma igreja dedicada a Santo Estevão, organizando junto um…

25

25: S. Gregório Nazianzeno, o Teólogo, arcebispo de Constantinopla († c. 389)

São Gregório, o Teólogo, (326-389) era filho de Gregório (que mais tarde tornou-se Bispo de Nazianzeno) e de Nonna, mulher de ilibada conduta moral. Antes mesmo de dar à luz a Gregório prometeu que dedicaria seu filho a Deus, educando-o e fazendo todo esforço para que sua vontade fosse inclinada ao serviço de Deus. Por isso, São Gregório considerava que a educação que recebeu de mãe foi decisiva em sua vocação. Era muito inteligente e recebeu uma excelente educação. Estudou nas escolas de Cesaréia, onde existia uma biblioteca cujos livros foram organizados por São Panfílio. Em Alexandria, estudou as obras…

26

26: Ss. Xenofontes de Constantinopla, monge, e seus companheiros († séc. VI)

Deus dirigia a Sua palavra chamando em especial aos ricos: «Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas usufruirmos; que façam bem, enriqueçam em boas obras, repartam de boa mente, e sejam comunicáveis» (1Tm 6, 17-18). Este preceito divino Xenofontes o cumpriu durante toda a sua vida, juntamente com Maria, sua esposa, e seus filhos Arcádio e João. A família vivia em Constantinopla, no tempo de Justino e desfrutava de boa posição econômica. O Santo sempre tinha a porta…

27

27: S. João Crisóstomo – trasladação das relíquias (438)

Incomparável mestre João, depois de sua morte recebeu o epíteto de Crisóstomo (“Boca de Ouro”) por seu maravilhoso dom na oratória. Contudo, sua piedade e inominável valor são atributos que o fazem mais glorioso e um dos maiores pastores da Igreja. As relíquias de São João Crisóstomo passaram 30 anos em uma igreja da Capadócia, em Komana, onde o Grande Mestre passou por tantas provas no exílio. No ano 438, seu corpo foi exumado e transladado para Constantinopla. O imperador Teodósio II e sua irmã Santa Pulqueria acompanharam o cortejo, juntamente com o Patriarca Proclos que havia sido seu discípulo,…

28

28: S. Efrém, o Sírio, monge e diácono († 373)

Santo Efrém nasceu em Nisibis (Síria). Desde muito cedo, quando ainda era bem pequeno, viveu próximo de seu bispo Jacó que o ajudou em seus estudos e, mais tarde, lhe ordenou diácono. Acompanhou seu Bispo no Concilio de Nicéia, no ano 325. Visitou os monastérios do Egito e se encontrou com São Basílio em Cesaréia na Capadócia. Sob a direção de um ancião, consagrou-se à oração, à penitência e ã meditação das Sagradas Escrituras. Permaneceu diácono pelo resto de sua vida, repelindo, por humildade, ser elevado ao sacerdócio e ao episcopado. Depois da tomada de Nisibis pelos persas, no reinado…

29

29: S. Inácio de Antioquia – trasladação das relíquias (c.440)

No dia 20 de dezembro, comemora-se a memória de Santo Inácio de Antioquia, porém, no dia de hoje, lembramos a trasladação de suas relíquias, de Roma para Antioquia. São João Crisóstomo, referindo-se ao traslado, escreveu  que, se em Roma Santo Inácio derramou seu sangue pelo martírio, a cidade de Antioquia guarda as suas relíquias: «Vós o guardastes por um tempo; o recebestes como Bispo e devolveis como mártir. Dele vos despedistes com orações, e o trouxestes de volta para a sua terra com a coroa da vitória». Santo Inácio de Antioquia, bispo, mártir, séc. II Santo Inácio de Antioquia, conforme…

30

30: Três Santos Hierarcas

Desde há quase nove séculos, os cristãos do Oriente celebram no dia 30 de janeiro, numa única festa, os três santos bispos e doutores: Basílio, o Grande, Gregório, o Teólogo (ou Nazianzeno) e João Crisóstomo. No calendário bizantino os três hierarcas possuem também uma festa em dias separados: São Basílio é comemorado no dia 1° de janeiro, aniversário de sua morte (379), juntamente à festa da Circuncisão de N.S. Jesus Cristo; São Gregório, o Teólogo, como é apelidado no Oriente o bispo de Nazianzo morto no ano 390, é comemorado em 25 de janeiro; e São João Crisóstomo em 13…

31

31: Ss. Ciro e João, anárgiros († 312)

São Ciro era médico em Alexandria. O exercício de sua profissão lhe deu várias ocasiões para atrair muitos pagãos à fé em Jesus Cristo. São João, um árabe, ao saber que uma senhora chamada Anastácia, com suas três filhas, estavam sendo torturadas em Canopo, no Egito, por causa de sua fé em Cristo, acompanhado por Ciro, foi ao seu encontro para confortá-las  em seus sofrimentos. Ambos foram presos e torturados. Os carrascos, na presença de Anastácia e suas filhas, queimaram suas costas com tochas acesas colocando depois sal sobre as feridas. Elas foram também torturadas e depois decapitadas. Os santos…