October 22, 2014

10 - Outubro:

01 de Outubro: Santo Ananias, apóstolo [dos 70] (séc. I) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

02 de Outubro: São Cipriano, hieromártir († 304) e Santa Justina, virgem e mártir († 304) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

03 de Outubro: São Dionísio Areopagita, hieromártir († c.90) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

04 de Outubro: Santo (Abba) Amon, Padre do deserto -

segunda-feira, outubro 1, 2012

05 de Outubro: Santa Karitina, mártir († 304) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

06 de Outubro: São Tomé, apóstolo (séc. I) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

07 de Outubro: Santos Sérgio e Baco, mártires (†t 297/304) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

08 de Outubro: Santa Pelágia, a penitente (II metade do séc. V) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

09 de Outubro: São Tiago, filho de Alfeu, apóstolo (séc. I) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

10 de Outubro: Santos Eulâmpio e sua irmã Eulâmpia, mártires (início do séc. IV) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

11 de Outubro: São Filipe, um dos 7 diáconos, apóstolo [dos 70] (séc. 1) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

12 de Outubro: São Simeão (ou Simão), o Novo Teólogo († 1022) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

12 de Outubro: Santos Probo, Táracos e Andrônico, mártires († 304) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

13 de Outubro: Santos Carpos, bispo; Pápilos, diácono; Agatonica e Agatodoros, mártires († c.250) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

14 de Outubro: Santos Nazário, Gervásio, Protásio e Celso, mártires († c. 66) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

15 de Outubro: São Luciano, presbítero da Igreja de Antioquia, hieromártir († 312) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

16 de Outubro: São Longino Centurião, mártir (séc. I) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

17 de Outubro: Santo Oséias, profeta (séc. VIII a.C) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

18 de Outubro: São Lucas Evangelista -

segunda-feira, outubro 1, 2012

19 de Outubro: Santo Profeta Joel (séc. VI a.C) -

segunda-feira, outubro 1, 2012

Santo Alexandre, patriarca de Alexandria, +326

s-alexandre-patriarca-alexandria

Santo Alexandre governou a Igreja em Alexandria. Alexandre, santo bispo, esteve zelando pelo rebanho de Cristo e, principalmente, cuidando do alimento doutrinal que começou a ser ameaçado pelo Arianismo. Ário era um sacerdote de Alexandria, que começou a espalhar uma mentira, afirmando que somente o Pai poderia ser chamado Deus, enquanto que Cristo é inferior ao Pai, distinto d’Ele por natureza. Seria portanto, uma criatura, excelente e superior às demais, mas não divina, nem eterna. O bispo Alexandre fez a Ário várias correções, mas este, irreversível, não deixou de envenenar os cristãos, mesmo depois de saber da condenação da sua…

Read More

Santa Olímpia, viúva, diaconisa, † 408

s-olimpia-436x330

Pertencia a mais alta nobreza bizantina e cascando viúva aos 20 anos de idade, não quis contrair novo casamento, mas resolveu consagrar-se inteiramente a Deus, e utilizou sua imensa riqueza na fundação de um hospital e um orfanato, servidos por religiosas das quais ela era superiora. Quando São João Crisóstomo, seu diretor espiritual, foi injustamente expulso do Patriarcado de Constantinopla, Olímpia continuou fiel a ele e recusou-se a reconhecer o intruso irregularmente nomeado para substituí-lo como patriarca. Foi por isso perseguida e a sua comunidade foi dispersada. Partiu para o exílio, onde morreu ainda jovem.  

Read More

Santa Eufrásia, virgem, † 412

Eufrásia, cujo nome em grego significa alegria, nasceu no ano 380, na Ásia Menor e cresceu durante o reinado do imperador Teodósio, de quem seus pais eram parentes. Portanto, foi educada para viver na corte, rodeada pelos prazeres e luxos. Mas, nunca se sentiu atraída por nada disso, mesmo porque seus pais também viviam na humildade, apesar da fortuna que possuíam. Depois que ela nasceu, filha única, o casal decidiu fazer voto de castidade. Desejavam viver como irmãos, para melhor se dedicarem a Deus. Quanto à jovem, desde pequena fazia jejuns e orações que chegavam a durar alguns dias. Com…

Read More

São Ramiro, abade, mártir, †555

Mártir da Espanha . Viveu no século sexto. Serviu como Prior no Monastério de São Cláudio em Leon, onde todos os monges foram massacrados pelos Visigodos enquanto cantavam o Credo de Niceia no coro da igreja da Abadia. São Ramiro foi martirizado dois dias depois de seu abade São Vicente ter sido martirizado, no ano de 555.

Read More

São Constantino, rei, mártir, †598

s-constantino-da-escocia

Constantino faz parte da heroica história do cristianismo na Escócia. Ele era rei da Cornualha, pequena região da Inglaterra e se casou com a filha do rei da Bretanha. Depois se tornou o maior evangelizador de sua pátria e o responsável pela conversão do país. O rei Constantino não foi um governante justo, até sua conversão. No início da vida cometeu sacrilégios e até assassinatos, em sua terra natal. Para ficar livre de cobranças na vida particular, divorciou-se da esposa. Foram muitos anos de vida mundana, envolvido em crimes e pecados. Mas quando soube da morte de sua ex esposa,…

Read More

SÃO GREGÓRIO DE NAREK, RELIGIOSO, † 1010

s-gregorio-narek-436x330

Nasceu entre 945 e 951, passou a maior parte da sua vida no Mosteiro de Narek, onde ensinava e onde morreu, por volta de 1010. Foi teólogo, poeta e filósofo. Pelo fim da sua vida, este grande místico escreveu em língua armênia clássica um poema intitulado Livro das Lamentações, obra-prima da poesia armênia medieval. Para fazê-lo, o mestre tinha ido buscar a língua litúrgica e deu-lhe uma nova forma, remodelada e simplificada. Redigiu também odes a Maria, cânticos e panegíricos. A sua influência marcou os mais importantes poetas da literatura armênia e a sua obra é considerada um dos cumes…

Read More

SÃO SILVESTRE I, PAPA, +335

Eleito bispo da Sé Romana no ano 314, governou a Igreja no tempo do imperador Constantino Magno, quando o cisma donatista e a heresia ariana provocavam graves danos ao povo cristão. Morreu em 335 e foi sepultado no cemitério de Priscila, na via Salária. *** [singlepic id=503 w=320 h=240 float=left]Era um homem piedoso e santo com uma personalidade pouco marcada. Foi um homem apagado ao lado de um Imperador culto e ousado, o qual mais que servi-lo se terá antes servido dele, da sua simplicidade e humanidade, agindo como verdadeiro bispo da Igreja. E, na realidade, nos assuntos externos da…

Read More

SANTA VITÓRIA, MÁRTIR, SÉC. III

s-vitoria-436x330

Provavelmente era membro da ilustre família romana dos Anicia, uma família ‘’convertida ao cristianismo já no Iº século e cuja recordação permanece hoje como nome de uma rua romana do Trastevere. Junto com sua amiga Anatólia, Vitória converteu-se ao cristianismo e manifestou a intenção de permanecer “virgem”. Como já estava prometida em casamento, o noivo de Vitória, um nobre romano de nome Eugênio, interessado em preservar o dote e procurando ganhar tempo, conseguiu com o favor imperial que Vitória fosse exilada de Roma. A jovem Vitória foi exilada na cidade Trebula Mutuesca, na Sabina. Conta a “legenda” que, na entrada…

Read More

SANTA ADELAIDE (OU ALICE), IMPERATRIZ DA ALEMANHA, +999

s-adelaide

[singlepic id=501 w=320 h=240 float=left]Santa Adelaide viveu no século X e era filha do rei de Borgonha, Rodolfo II. Quando contava 16 anos, uma década após a morte de seu pai, Santa Adelaide casou-se com o Rei da Itália, Lotário II, que morreu ainda bastante jovem. Quando isso aconteceu, o seu inimigo, Berengario III, apoderou-se de toda a Lombardia, fazendo Adelaide prisioneira num castelo do lago de Garda, onde a santa sofreu muitas injúrias. Quando Santa Adelaide se conseguiu libertar, enviou a Otto I, rei da Alemanha, um pedido de ajuda e justiça. Este aceitou seu pedido, além de se…

Read More

Santa Albina (ou Branca), mártir, séc. III

[singlepic id=499 w=320 h=240 float=left]Jovem palestiniana que na perseguição do Imperador Décio sofreu glorioso martírio. O Tirano coroado de Roma percorria as regiões do seu vasto império, disposto a extinguir o Cristianismo condenando a morte e a toda sorte de suplícios os cristãos; chegou a Cesárea na Palestina e ali obrigaram um virgem cristã, chamada Albina (Branca) a comparecer diante do imperador, para renegar a fé em Cristo, ou receber a sentença de morte.  A jovem apresentou-se ante o Tribunal com toda a majestosa serenidade e alegria com que os fiéis em Cristo corriam para o martírio e a morte. Décio…

Read More