[singlepic id=154 w=320 h=240 float=left]São Patrício era bispo de Prusa, uma cidade em Bithynia. Homem de uma grande fé e de um elevado conhecimento teológico, aplicou toda a sua força e habilidades na defesa do evangelho e no combate à idolatria. Este trabalho apostólico ele não levou adiante sozinho; três colabaradores estavam sempre com ele, Acácio, Menander e Juliano. Junto com eles, São Patrício trouxe à fé cristã muitos pagãos da época. Mas, todo este movimento suscitou a ira de vários idólatras que os denunciaram ao governador Júlio que ordenou que fossem aprisionados imediatamente. Este, usando de argumentos filosóficos, tentou convencer São Patricio de que Jesus Cristo não era Deus. São Patrício, com o seu grande conhecimento teológico e excelente retórica, refutou a todos os seus argumentos e questionamentos. Ao ver que a fé do santo e de seus companheiros era inamomível, ordenou que fossem levados à prisão, e logo foram decapitados. Isto ocorreu, provavelmente, durante o reinado de Dioclesiano (284-305).

Tradução e publicação neste site
com permissão de Ortodoxia.org
Trad.: Pe. André

 

Tags:

 

No comments

Be the first one to leave a comment.

Post a Comment


 
 
 

Pesquisar neste site

Web manager