São Sisoé, que viveu no século V, foi um monge no deserto do Egito onde brilhou por sua espiritualidade, suas qualidades intelectuais, humildade e filantropia. Seu nome se propagou rapidamente entre os fiéis, e recorriam a ele para pedir sua benção e buscar seus conselhos espirituais. Abaixo, alguns de seus ensinamentos:

Um irmão, ao ter sido maltratado, levantou-se e veio ao Pai Sisoé e disse: «Meu irmão me maltratou e eu quero vingar-me». Então, o pai Sisoé lhe suplicou: «Não, meu filho, isto não cabe a ti, mas a Deus!» Mas ele insistiu: «Não descansarei até que me vingue dele». Então o pai Sisoé lhe disse: «Vem, vamos rezar juntos!» E começou a dizer: «Senhor, já não necessitamos mais de tua Providência, nem de teu cuidado para conosco; já não és o nosso auxílio, pois este nosso irmão quer depender de si próprio, seguir sua própria vontade e vingar-se de seu irmão». Ao ouvir isso, o irmão caiu aos pés do pai e lhe disse: «Perdoe-me, pai, pois já não quero a vingança».

Algumas pessoas perguntaram ao pai Sisoé: «Se um irmão cai, não deve ele arrepender-se por um ano inteiro?» Disse pai Sisoé: «Isso é muito duro”. Disseram-lhe, então: “Seis meses, é suficiente?» E o Pai contestou: «É muito!» E, mais uma vez, disseram: «Quarenta dias, então?» Ele disse: «É muita coisa». Replicaram então: «Mas, como? Tendo caído em pecado, pode participar de imediato, com os irmãos, na Liturgia?» O pai respondeu: «Não. Mas pouco tempo é suficiente para se arrepender. Creio que, quando o homem se arrepende de todo o seu coração, Deus o aceita e o perdoa».

Um irmão perguntou ao pai Sisoé: «Tendo caído, o que devo fazer, pai?» Disse o pai: «Levanta-te, pois!» O irmão disse: «Eu tinha me levantado, mas voltei a cair de novo». Disse o pai: «Levante-te novamente!» Disse então o irmão: «E até quando?» O pai Sisoé respondeu: «Até você morrer, porque o homem está exposto a queda, mas não têm que desesperar-se da misericórdia de Deus».

Tradução e publicação neste site
com permissão de: Ortodoxia.org
Trad.: Pe. André

 

Tags:

 

No comments

Be the first one to leave a comment.

Post a Comment


 
 
 

Pesquisar neste site

Web manager