May 27, 2015

05 - Maio:

01 – Santo Profeta Jeremias (c. † 583 a.C.) -

terça-feira, maio 1, 2012

02 – Trasladação das relíquias de Santo Atanásio, o Grande, arcebispo de Alexandria (c. † 373) -

terça-feira, maio 1, 2012

03 – Ss. Timóteo e sua esposa Maura, mártires de Antinópolis (c. † 238) -

terça-feira, maio 1, 2012

04 – S. Pelágia de Tarso, virgem e mártir (c. † 287] -

terça-feira, maio 1, 2012

05 – S. Irene de Tessalônica, Grande e Ilustre mártir (séc. IV) -

terça-feira, maio 1, 2012

06 – S. Profeta Jó, o Justo Sofredor [a. C. † 1677] -

terça-feira, maio 1, 2012

07 – S. Constantino – Aparição do Sinal da Santa Cruz -

terça-feira, maio 1, 2012

08 – S. João, o Teólogo -

terça-feira, maio 1, 2012

09 – S. Cristóvão, Mártir -

terça-feira, maio 1, 2012

10 – S. Apóstolo Simão, o Zelote -

terça-feira, maio 1, 2012

11 – Ss. Cirilo e Metódio, Mestres dos eslavos -

terça-feira, maio 1, 2012

12 – S. Epifânio, Bispo de Salamis -

terça-feira, maio 1, 2012

13 – S. Glicéria, Virgem e Mártir -

terça-feira, maio 1, 2012

14 – S. Isidoro de Chios -

terça-feira, maio 1, 2012

15 – S. Pacômio, o Grande, pai do monasticismo cenobita no Egito -

terça-feira, maio 1, 2012

16 – S. Teodoro, o santificado -

terça-feira, maio 1, 2012

17 – Ss. Andrônico e Junías dos 70 apóstolos -

terça-feira, maio 1, 2012

18 – Ss. Teódoto, Tecusa e companheiros, mártires -

terça-feira, maio 1, 2012

19 – S. Patricio, Mártir, Bispo de Prusa -

terça-feira, maio 1, 2012

20 – S. Talaleo, Mártir -

terça-feira, maio 1, 2012

31 de Agosto: Deposição do precioso cinto da Ssma. Mãe de Deus em Constantinopla (séc. VI)

agosto-31

[singlepic id=277 w=320 h=240 float=left]Sobre o evento da trasladação do precioso cinto (faixa) da Santa Mãe de Deus e sempre Virgem Maria, há duas referências a respeito: pode ter sido realizada pelos reis Arcadius ou Teodósio II, e foi transferido de Jerusalém para Constantinopla, sendo depositado no interior de um nicho de ouro. Transcorridos 410 anos, o rei Leão, o sábio, abriu este nicho buscando a cura para a sua rainha que se encontrava sob a possessão de um espírito impuro. Encontrou então este precioso cinto da Santa Mãe de Deus que começou a irradiar uma luz não criada. Havia um selo de ouro no qual estava indicado o dia e o ano em que fora trasladado para Constantinopla. Depois de se prostrar com grande devoção, o Patriarca tomou em suas mãos o precioso cinto e o estendeu sobre o corpo da rainha que, imediatamente se sentiu libertada. Todos começaram então a glorificar a Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, e agradecer à sua mãe que é a protetora fiel de todos os cristãos, nossa ajuda e intercessora em cada instante de nossas vidas.

Tradução e publicação neste site
com permissão de
Ortodoxia.org
Trad.: Pe. André

  • LEITURAS DO DIA: Ep.: Hb 9,1-7 | Ev.: Lc 10,38-42; 11,27-28 | Tom da semana: 4º

Comments are closed.