Os santos mártires Carpos, bispo de Phiatirea, Pápilos, diácono, Agatodoros e Agatonica, sua irmã, sofreram o martírio por amor a Cristo durante o tempo de perseguição aos cristãos, Sob o imperador Décio, no século III. O governador do distrito onde os santos viveram tomou conhecimento de que Carpos e Pápilos não celebravam as festas pagãs. Deus então ordens para prender os transgressores, não sem antes tentar persuadi-los da veracidade do culto pagão romano. Os santos contestaram que não lhes era apropriado prestar adoração a falsas divindades. O juiz, então, ordenou que fossem acorrentados e conduzidos através da cidade. Em seguida, foram amarrados a cavalos e arrastados até a cidade vizinha de Sardes. Agatodoros e Agatonica seguiram voluntariamente Carpos e Pápilos. Em Sardes, os perseguidores sufocaram Agatonica até a morte e Carpos, Pápilos e Agatodoros foram decapitados. São Pápilos, que durante a vida era conhecido por seu dom de curar os doentes, – após sua morte por martírio, certamente intercede a Deus para que conceda a cura aos que a ele recorrem com fé.

Tradução e publicação neste site
com permissão de: 
ortodoxia.org
Trad.: Pe. André

 

Tags:

 

No comments

Be the first one to leave a comment.

Post a Comment


 
 
 

Pesquisar neste site

Web manager