Aretas nasceu no sexto século VI, de família nobre, em Etiópia. Quando se converteu ao cristianismo, foi distinguido por sua dedicação e seus trabalho em favor dos pobres. A ele juntaram-se homens e mulheres, formando um grupo que ensinava a Palavra de Deus. Este grande trabalho que realizavam na Igreja de Etiópia incomodou os fanáticos e idólatras que logo reagiram prendendo Aretas e seus colaboradores. Aretas, com idade já avançada, foi pressionado de todas as formas para que abjurasse sua fé em Cristo, e o santo contestou, dizendo:Ao longo de toda a minha vida eu cometi muitos pecados». E prosseguiu: «Jesus Cristo, porém, com o seu sacrifício , me purificou e me libertou de todos ele, transformando-me, de homem perdido, num herdeiro da luz e da vida eterna. Agora, mesmo eu já estando velho, ele oferece-me ainda outra oportunidade: a de provar a minha fé, a força e o poder do Espírito Santo». Esta resposta enfureceu ainda mais seus acusadores que, então, executaram Aretas e seus companheiros por decapitação.

Tradução e publicação neste site
com permissão de:
Ortodoxia.org
Trad.: Pe. André

 

Tags:

 

No comments

Be the first one to leave a comment.

Post a Comment


 
 
 

Pesquisar neste site

Web manager