Claudio e seus companheiros, Teodoro, Victor, Victoriano, Papias, Nicéforo e Serapião eram naturais de Corinto, Grécia, e viveram na época do imperador Décio (249-251). Por lhes ser exigido que negassem sua fé em Cristo, e porque a reafirmaram ainda com maior veemência, um oficial da guarda do imperador o submeteu a grandes tormentos. Mesmo no sofrimento, permaneceram inabaláveis em sua fé em Jesus Cristo, assim como o Apóstolo Paulo, fundamento de nossa Igreja. Foram todos martirizados, um a um. Sabe-se que, de Claudio, cortaram-lhe as mãos e as pernas; Victor e Nicéforo morreram após terem seus membros rompidos; Papias foi jogado ao mar e Victoriano foi lançado ao fogo. Tudo isso ocorreu no próprio povoado onde viviam. Com fé intacta e com alegria em seus corações, partiram para os braços de Nosso Senhor, onde encontraram um lugar luminoso e o bálsamo para seus ferimentos.

Tradução e publicação neste site
com permissão de
www.ortodoxia.org
Trad.: Pe. Pavlos Tamanini

 

Tags:

 

No comments

Be the first one to leave a comment.

Post a Comment


 
 
 

Pesquisar neste site

Web manager